• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

19/01/2018 00:02

As associações representativas dos taxistas acusam ministro da Administração Interna de desconhecimento total e de estar completamente alheio à legislação e às decisões judiciais aplicáveis às plataformas digitais, ameaçando com ações de luta no início de fevereiro.

No encontro, que decorreu no Ministério da Administração Interna (MAI), em Lisboa, esteve presente igualmente o presidente da Federação Portuguesa do Táxi , Carlos Ramos, que saiu do encontro, que durou cerca de uma hora e um quarto, sem grandes esperanças em relação à atuação futura do ministro Eduardo Cabrita nesta matéria.

Os taxistas aguardam por uma resposta positiva do Governo nas próximas duas a três semanas, nomeadamente que “cumpra a lei e as decisões judiciais”, proibindo ou impedindo que empresas de transportes como a Uber ou a Cabify continuem a operar ilegalmente, ou então dizem que vão avançar com formas de luta já no princípio de fevereiro, sem especificar quais serão.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting