• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Novo lider do PSD quer debates alargados sobre descentralização e Segurança Social

19/02/2018 00:02

O novo presidente do PSD, Rui Rio, defendeu no seu discurso de encerramento perante o 37.º Congresso do PSD.debates alargados no país sobre duas matérias que considera essenciais, a descentralização e a reforma do sistema da Segurança Social.


Rui Rio questionou a necessidade de todos os institutos públicos terem a sua sede em Lisboa, “mesmo que sejam ligados à agricultura, às pescas ou às florestas”.

Para o novo presidente dos sociais-democratas, um país mais equilibrado territorialmente é compatível “com uma melhor e mais rigorosa gestão da despesa pública”, lembrando que “quem trouxe a dívida pública para os patamares da irresponsabilidade foi a administração central”.

Sem nunca falar em regionalização, Rio avisou que se for para “gastar muito e mal”, mais vale nada mudar na administração do território.


Sobre Segurança Social, Rui Rio defendeu igualmente a urgência de uma reforma que confira justiça, racionalidade económica e sustentabilidade” ao sistema, salientando que é preciso “atuar enquanto é tempo”.

As receitas provenientes da TSU – cujas taxas são altíssimas e pouco ajudam à criação de emprego – não são suficientes para financiar todas as despesas”, acrescentando ser “imprescindível pensar globalmente o sistema, as suas prioridades e os efeitos que se pretendem sobre a economia.