• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Guardas prisionais iniciam hoje três dias de greve

23/10/2018 00:02

Os guardas prisionais iniciaram às 0:00 de hoje uma greve de três dias e juntam-se na sexta-feira à paralisação da função pública, anunciou o Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional.

O recurso a esta forma de luta prende-se com a necessidade de defender os direitos e os interesses legalmente protegidos desta carreira especial e reivindicar o compromisso assumido pela tutela quanto à revisão do estatuto profissional.

Na quinta-feira, os guardas prisionais marcaram uma vigília em frente à residência oficial do primeiro-ministro, que decorrerá entre as 11:00 e as 14:00.


O Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional a estrutura mais representativa dos profissionais da guarda prisional - refere que estas lutas resultam do incumprimento do compromisso assumido pelo Ministério da Justiça de proceder à conclusão da revisão do estatuto profissional da classe até final de setembro.

De acordo com o sindicato, as negociações com a tutela pararam e ficaram por discutir alterações sobre matérias de enorme importância para os guardas prisionais, nomeadamente a alteração do horário de trabalho, a revisão da tabela remuneratória e a criação de novas categorias mediante equiparação ao pessoal da PSP.


O número de guardas prisionais é de cerca de 4.000 distribuídos por 50 estabelecimentos prisionais.