• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Aliança/Congresso: Santana Lopes promete marcação cerrada à esquerda

11/02/2019 00:02

Pedro Santana Lopes foi eleito presidente da Aliança no I Congresso, e deixou a promessa de marcação cerrada à frente de esquerda e a proposta de um seguro de saúde para todos os portugueses.

Numa reunião em que, além do ex-primeiro-ministro, brilharam apenas o ex-ministro dos Negócios EstrangeirosbMartins da Cruz, o cabeça-de-lista às europeias, Paulo Sande, e o ex-dirigente do PSD da Covilhã Carlos Pinto, o líder da Aliança propôs-se ocupar um novo espaço político para travar o combate com a esquerda e ser vigilante quanto à atuação do Presidente da República.

A avaliação do desempenho de Marcelo Rebelo de Sousa esteve, aliás, presente nos dois discursos do antigo primeiro-ministro no congresso de Évora. No primeiro, Santana pediu a Marcelo para não exagerar na solidariedade institucional com o Governo, a propósito da greve dos enfermeiros. No segundo, pediu ao Presidente para intervir na questão do cerco à Madeira levado a cabo pelo Governo para conseguir uma vitória eleitoral do PSD nas regionais de 22 de setembro.


Quanto ao combate político, aquele que chegou a ser designado em tempos por menino guerreiro não podia ser mais taxativo.


Na segunda intervenção, a que encerrou o congresso, Santana surgiu com medidas concretas como a instituição de um seguro de saúde para todos os portugueses e a ideia de acabar com a subsidiação das empresas públicas esbanjadoras de dinheiro dos contribuintes.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting